Voltar ao site

Os 4 aspectos da mente e como isso afeta sua liderança

Por Henrique Katahira

· Integralidade,Facilitação,Propósito Evolutivo,Autoconhecimento

Segundo o conhecimento ancestral da yoga, a mente humana pode ser dividida em quatro categorias: buddhi (intelecto), manas (memória), ahankara (senso de identidade) e chitta (inteligência cósmica).

Buddhi é o intelecto — a capacidade de analisar fatos através da lógica. O intelecto é como um bisturi que disseca, analisa as partes, reduz, faz comparações e chega a conclusões lógicas a partir dos dados analisados. O intelecto não trabalha sem dados e é por isso que precisamos de manas (memória) que é a segunda categoria da mente.

Manas é um silo de memória onde armazenamos informações que vão muito além de fatos e conhecimentos acumulados. Cada célula pode conter milhões de bits de informações no seu material genético. Além da memória genética, carregamos memórias evolutivas, culturais e kármicas.

Na sociedade ocidental, quando falamos que uma pessoa é inteligente nos referimos a alguém que tenha um intelecto afiado e que acumulou muito conhecimento ao longo de anos de estudos. Todo líder que passou pela educação formal já está graduado nisso. Mas por que pessoas com intelectos afiados e que acumularam tanto conhecimento são infelizes ou causam sofrimento ao próximo? Como criar negócios que impactam positivamente todos os stakeholders do ecossistema e o planeta?

A resposta pode estar na falta de desenvolvimento do terceiro aspecto da mente: ahankara (senso de identidade). Todo ser humano nasce com a necessidade de sobrevivência e pertencimento. Então nos identificamos com nossa família biológica e à medida que nos tornamos adultos, vamos expandindo a identidade com a nossa família estendida, raça, etnia, religião, nação e assim por diante. Quanto maior o apego às nossas identidades maior é o dano que causamos a nós mesmos e ao próximo. Se uma pessoa é capaz de morrer por algo que ela se identifica, também é capaz de matar. Por outro lado, uma pessoa com ahankara bem desenvolvido consegue se empatizar com outras pessoas, se desapegar de suas próprias identidades, desaprender e reaprender com muito mais facilidade. Daí a importância do líder facilitar processos de tal forma que amplie o senso de identidade do grupo.

Sobrevivência e expansão são dois aspectos da essenciais da natureza humana. Quando nossa necessidade de sobrevivência é atendida, ansiamos expandir, deixar a nossa marca. Se utilizamos os recursos de buddhi e manas com senso de identidade limitado, criamos soluções que atendem somente a nós. Por outro lado, se meu senso de identidade vai além da minha humanidade, posso criar soluções que vão beneficiar não somente a humanidade como também toda a vida no planeta. Yoga é uma palavra em sânscrito que significa união. Nesse sentido, temos que ampliar o nosso senso de identidade para uma identidade cósmica de forma que o “eu” e o cosmos se tornem um. Talvez ahankara seja o aspecto de mente mais importante a ser trabalhado, antes mesmo do início da educação formal. Nesse sentido, desenvolver o senso de identidade é uma habilidade essencial para todo líder que deseja causar impacto social e ambiental positivo no mundo.

Como desenvolver o senso de identidade?

Uma das práticas mais poderosas para ampliar o senso de identidade é o “Quem sou eu?” — uma prática de meditação em duplas onde cada pessoa fala sobre quem ela é durante 3 minutos alternadamente, sem ser interrompida. Quanto mais nos aprofundamos na nossa essência, mais nos desidentificamos daquilo que não somos.

Alunos da Formação de Líderes Evolutivos praticando o “Quem sou eu”

"Quem sou eu”? Não há resposta para isso, é irrespondível. Sua mente irá fornecer muitas respostas. Sua mente irá dizer: “Você é a essência da vida. Você é a alma eterna. Você é divino”, e assim por diante. Todas essas respostas têm de ser rejeitadas: neti neti — você tem que continuar dizendo: “Nem isto, nem aquilo”.

Quando você negou todas as possíveis respostas que a mente pode conceber e fornecer, quando a questão permanece absolutamente incontestável, um milagre acontece: de repente, a pergunta também desaparece. Quando todas as respostas foram rejeitadas, a questão não se sustenta e não se situa em mais nada. Ela simplesmente some, ela entra em colapso, ela desaparece.
Quando a questão desaparece, então você sabe. Mas esse conhecimento não é uma resposta: é uma experiência existencial.

Osho — Ah, this! Talk #2

O último aspecto da mente é a chitta ou inteligência cósmica. É a inteligência do universo que não depende do intelecto nem de dados e vai além das comparações, dos julgamentos e das identificações. Ela é a base da fonte criadora e a conexão com sua consciência. Escrituras antigas dizem que uma vez que você toca esta dimensão da mente, poderá ver as coisas como elas realmente são e então “Shiva será seu servo” — no sentido que o divino estará a seu serviço para realizar aquilo que sua mente produzir.

Quando você acessar chitta, será como ver através de um telescópio apontando para múltiplos pontos. Ele fará com que você possa ver coisas que ninguém mais pode ver em todas as direções — Sadhguru

Como desenvolver chitta?

A chave para desenvolver chitta é ampliar a nossa capacidade de percepção. Apesar dos órgãos de percepção estarem apontando para fora, toda experiência acontece dentro de nós. O mesmo pôr-do-sol acontece para todos que estão observando mas cada um terá uma experiência diferente. Então, precisamos buscar um estado mental relaxado e desidentificado do ego onde podemos perceber as coisas como elas são, sem julgamentos. Ou seja qualquer prática meditativa que busque relaxamento, atenção plena e não-julgamento irá te ajudar a acessar a inteligência cósmica.

Em síntese, buddhi e manas são aspectos importantes para a nossa sobrevivência e nos servem para coisas práticas como tomar decisões simples baseadas em dados e todo líder já está graduado nisso. Para gerar impactos positivos numa escala maior, o líder precisa ampliar seu seu senso de identidade para uma escala global que inclua todos os seres. Mas se você quiser dar um salto exponencial na sua liderança, amplie sua capacidade de perceber e ouça as respostas da inteligência cósmica que reside dentro de você.

Referência:

The Four Parts of Mind — Harnessing the True Power of the Mind

https://isha.sadhguru.org/yoga/yoga-articles-mind-stress/parts-of-mind/

Saiba mais sobre como desenvolver os aspectos da mente na sua liderança na Formação de Líderes Evolutivos da cuidadoria.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK