Voltar ao site

LIDERANDO NA ERA DO NOVO PODER

Por Henrique Katahira

Em um mundo hiperconectado, sem hierarquias e barreiras geográficas, uma simples postagem pode ganhar relevância nas redes sociais, viralizar e impactar milhões de pessoas em poucas horas. Para tanto, é preciso que a mensagem seja relevante, fale diretamente com o coração das pessoas e alcance as pessoas certas na hora certa (não podemos deixar de considerar também o fator sorte). Na maioria das vezes, o post cai no esquecimento em poucas semanas com a mesma velocidade que surgiu. Porém, se o post tiver um chamado para ação, e for gerenciado e cuidado adequadamente, pode se tornar um movimento consistente, orgânico, distribuído, colaborativo e autogerido, causando impacto por muito tempo.

Sou um dos coordenadores que trouxe o livro “Reinventando as Organizações” do pesquisador belga Frederic Laloux para o Brasil, através de uma campanha de tradução colaborativa e financiamento coletivo. A campanha começou com um chamado aberto de tradução colaborativa que engajou mais 80 tradutores em 3 dias. O chamado era não apenas para traduzir o livro, mas criar uma organização evolutiva temporária e experienciar os princípios descritos no livro durante o processo de tradução e publicação do livro. A tradução foi feita em seis semanas e, em outras seis, captamos o valor necessário para imprimir 3000 cópias através de uma campanha de financiamento coletivo.

Iniciamos com um pequeno grupo de pessoas que conhecia a versão original do livro e ganhou força com os tradutores que não apenas traduziram partes do livro, como também ajudaram na divulgação da campanha que impactou mais de 500 pessoas entre voluntários, parceiros patrocinadores e pessoas que participaram do financiamento coletivo. Apesar de não termos atingido uma escala viral, o site da campanha foi visualizado 17 mil vezes — o que pode ser considerado um ótimo resultado para uma campanha de financiamento coletivo.

Após a publicação do livro, criamos um movimento para disseminar o conteúdo para cada vez mais pessoas aproveitando o sucesso da campanha. O movimento foi ganhando cada vez mais adeptos a partir após a publicação do livro em novembro de 2017 e, durante o ano de 2018, muitas iniciativas surgiram de forma autogerida como as palestras de lançamento do livro, a Formação de Líd