Voltar ao site

The Living Organization® e Teal

"(...) toda vez que a humanidade muda para um novo estágio de consciência, também inventa um modelo de organização radicalmente mais produtivo."
 

Por: Norman Wolfe
Tradução: Thianne Martins

COMENTÁRIO PRÉVIO

Norman Wolfe é um pesquisador e consultor americano que traz uma abordagem que conversa incrivelmente com o pensamento de Frederic Laloux e as organizações Evolutivas-Teal. Seu livro "The Living Organization", em que descreve sua abordagem de desenvolvimento organizacional, é um best-seller e seu trabalho é reconhecido em organizações como Whole Foods Market, Rainbow Technologies, entre outras. Nossa inspiração para traduzir esse texto vem do nosso momento de mundo. Em um cenário impactado pela pandemia, pela incerteza crescente e por uma percepção cada vez maior de que estamos sendo, de alguma maneira, provocados a um salto evolutivo, a um novo nível de consciência, um texto como este é um presente de clareza para nossas organizações. Como você, líder, percebe sua organização? Como uma máquina ou como um ser vivo? Aproveite!

Thianne Martins
cuidadoria

"A Organização Evolutiva-Teal, apresentada no livro Reinventando as Organizações de Frederic Laloux, fornece um modelo maravilhoso da evolução das organizações. Ele se baseia no trabalho da Spiral Dynamics, um modelo psicológico que destaca e nomeia estágios de desenvolvimento.

Esse modelo provou-se uma ferramenta útil para entender o comportamento humano, o desenvolvimento psicológico, o desenvolvimento cultural, a liderança e as comunicações. Foi desenvolvido por Clare W. Graves, contemporâneo de Abraham Maslow.

Graves procurou, inicialmente, validar a conclusão de Maslow. No entanto, seus 20 anos de pesquisa foram além do modelo de necessidades de Maslow. Ele desenvolveu um modelo que explicava como as pessoas desenvolvem suas visões de mundo, valores e comportamentos (para um estudo mais detalhado da Spiral Dynamics, clique aqui).

O QUE É UMA ORGANIZAÇÃO

Atualmente, há muita discussão sobre o que é uma organização. Alguns dizem que é uma máquina de produção otimizada para operar com eficiência - a visão que dominou a maior parte do século XX. Há um número crescente de pessoas que argumentam que é algo de natureza mais orgânica: é um sistema vivo que opera através de fluxos de energia.

Há alguns, como eu, que experienciam uma organização como um ser vivo, uma "pessoa". Um ser vivo é, por definição, um sistema vivo com a capacidade adicional de criar seu próprio contexto (veja mais em meu blog).

A única maneira de aplicar o trabalho de Graves às organizações, como Laloux fez, é reconhecermos a organização como um ser vivo. Somente um ser vivo passa pelo desenvolvimento psicológico e estabelece uma visão de mundo (contexto) que influencia e direciona valores e comportamentos.

TEAL É UM ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO

A chave para seguir o trabalho de Laloux não é encarar o Teal como uma nova maneira de estruturar uma organização. Em vez disso, Teal é um estágio de desenvolvimento que permite que uma organização opere em uma variedade de modelos e estruturas diferentes. Isso permitirá que as organizações encontrem o modelo certo para se adequar à situação e ao ambiente em que opera.

Como Laloux afirma em seu site, seu livro explica como "toda vez que a humanidade muda para um novo estágio de consciência, também inventa um modelo de organização radicalmente mais produtivo".

NÃO TENTE CONSERTAR O SISTEMA ANTIGO

Muitos líderes de organizações, acadêmicos e consultores estão buscando maneiras de transformar a organização para enfrentar os desafios de hoje. Os desafios do mundo VUCA. A necessidade de criar organizações mais ágeis, resilientes, adaptáveis e criativas. Seus esforços repetidamente ficam aquém, porque eles estão tentando consertar a visão de mundo existente.

Você não pode ensinar cálculo a alguém que não aprendeu álgebra. Tentar trazer novas soluções para uma visão de mundo que não seja sufici