Return to site

O MANIFESTO DA ECONOMIA DO CUIDAR

Por equipe cuidadoria

"Quanto mais tech nos tornamos, mais touch precisamos ser." Carlos Piazza

Estamos vivendo a maior transição da humanidade!

Em um mundo em rede, somos colocados diante de um novo paradigma: um contexto em que a tecnologia é uma plataforma para soluções que vão muito além dos processos conhecidos. Transição requer adaptação, aprender, desaprender e reaprender… recriar e cocriar!

Viver no novo mundo requer duas atitudes-chave: colaborar e confiar.

Com cada vez mais funções operacionais sendo desempenhadas por inteligências artificiais, o que mais precisamos é de pessoas que saibam se relacionar bem, de lideranças facilitadoras, com escuta profunda, que valorizem a sabedoria que vem da inteligência coletiva e da diversidade.

Afinal, os únicos recursos que não escasseiam com o uso são os conhecimentos, sabedorias, valores humanos! Estes, quanto mais compartilhados, mais se multiplicam.

Compartilhar conhecimento, estimular a colaboração, desenvolver, aplicar e sustentar práticas que promovam um ambiente de confiança, faz parte do que chamamos de economia do cuidar, uma forma de ver o mundo a partir da abundância de recursos, da compaixão, da busca de uma felicidade que não seja pautada somente em benefícios próprios, mas para todos os seres.

Para que qualquer organização possa utilizar, de fato, a inteligência coletiva, as pessoas precisam estar alinhadas a um propósito claro e praticado no dia-a-dia, motivadas de dentro para fora, com autonomia e fazendo junto, para criar impactos positivos e verdadeiros, que vão muito além dos resultados financeiros, mas que abarcam felicidade, qualidade de vida e crescimento individual e conjunto.

A organização, sob esta lente, é um organismo vivo, integrado às pessoas e ao mundo e evoluindo a partir de sua capacidade de responder (e não reagir) ao que o mundo pede dela.

Os modelos organizacionais caminham de centralizados para descentralizados, da hierarquia para as redes, de organogramas estáticos para formas fluidas e com lideranças situacionais.

Complexidade pede desenvolvimento de observação, escuta e aprendizado constantes. Mente aberta, coração aberto e fazer junto.

Não trabalhamos mais com questões técnicas, mas com soluções adaptativas, humanas, touch, relações verdadeiras, autênticas e compassivas, com responsabilidade por cuidar de nós mesmos e do mundo!

Nosso contexto atual pede uma nova forma de gerir nossos recursos, nossa casa Terra, nossas relações e nossa forma de nos organizarmos para trabalhar: economia do cuidar.

Eu sei disso, você sabe! Nós sabemos!

É por este motivo que nos chamamos cuidadoria.

Principais referências deste artigo:

- Caring Economics - Conversations on altruism and compassion, between scientists, economists and the Dalai Lama - edited by Tania Singer & Matthieu Ricard

- Reinventando as Organizações - Um guia para criar organizações inspiradas no próximo estágio da consciência humana - Frederic Laloux

Quer vir conosco?! As portas estão abertas… para você, para sua equipe e para sua organização.

Desenvolvemos líderes de si mesmos e de organizações, gerando as ações necessárias para operar e prosperar em meio a cenários complexos.

Somos uma organização com foco no desenvolvimento de pessoas e organizações para um novo nível de consciência.

thianne@cuidadoria.com

henrique@cuidadoria.com

patrizia@cuidadoria.com

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK