Voltar ao site

MOVIMENTO REINVENTANDO AS ORGANIZAÇÕES NO BRASIL 

Um breve histórico e perspectivas para 2019

Conversando com uma amiga, me dei conta do quanto o movimento que gira em torno do livro “Reinventando as Organizações” de Frederic Laloux ganhou força no último ano. Tenho a impressão que entramos na segunda volta da espiral evolutiva do movimento.

A primeira espiral iniciou em outubro de 2016 com o primeiro evento com o tema “Reinventando as Organizações” organizado pela cuidadoria que considero ser o marco zero do movimento. Nesse evento participei como convidado com Davi Silva da Target Teal e Camila Rigo da Cocriar onde compartilhei minha experiência trabalhando na empresa livre Baobbá. Tinha experiência em trabalhar numa empresa livre e horizontal mas não conhecia o trabalho do Laloux.

Foi então que conheci o livro, me apaixonei pela obra e comecei a me aproximar mais da cuidadoria até que terminei virando sócio depois de algumas semanas.

Após produzirmos 4 eventos “Reinventando as Organizações”, percebemos o potencial de transformação do conteúdo dessa obra. O autor conseguiu colocar tudo aquilo que acreditamos a respeito do futuro das organizações em uma linguagem simples e inspiradora que conecta facilmente com o mundo corporativo.

Estávamos certos de que o livro teria um potencial de transformação ainda maior se fosse traduzido para o português. Então, nosso ex-sócio Henry Goldsmid trouxe a ideia traduzir o livro de forma colaborativa, criando uma organização temporária que honrasse os princípios de propósito evolutivo, autogestão e integralidade. Não apenas iríamos traduzir o livro, como vivenciar uma organização evolutiva-Teal durante o processo. A falta de conhecimento sobre o mercado editorial (ou melhor, total ignorância) não nos intimidou pois estávamos seguros de