Voltar ao site

A EVOLUÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES EM 5 ATOS

Por Henrique Katahira

Segundo Frederic Laloux, pesquisador belga e autor do livro Reinventando as Organizações, as organizações podem ser classificadas em 5 cores de acordo com o nível de consciência que respondem a desafios inerentes ao contexto histórico.
 

Veja como as organizações evoluíram até os dias de hoje em 5 atos:

Primeiro ato: as organizações vermelhas (tribais)

Leste da África, 195 mil anos atrás.

Uma nova espécie de primatas inteligentes e sociais chamada homo sapiens surge no planeta. Esta espécie de caçadores e coletores dotada de um grande cérebro, herdou de seus antepassados a capacidade de formar grupos e colaborar uns com os outros para se protegerem de predadores e aumentarem a sua chance de sobrevivência. Um líder, provavelmente o mais forte, detinha o poder e conduzia sua tribo segundo a sua percepção do que era melhor para o grupo através da força ou do medo. O poder estava na mão do mais forte e do mais respeitado até que ele fosse substituído por alguém à altura através de uma disputa muitas vezes sangrenta. Havia divisão de tarefas e autoridade de comando.

Segundo ato: as organizações âmbar (piramidais)

Egito, 7000 a.C.

O ser humano passa da condição de caçador/coletor para agricultor com o avanço da agricultura e da domesticação dos animais. A sociedade humana começa a ser dividida em classes sociais. Camponeses, senhores feudais, militares, escravos e clero.

Neste aumento de complexidade, emerge uma nova forma de se organizar. Uma estrutura hierárquica piramidal, com papéis definidos e estrutura de comando e controle torna-se necessária. O poder passa a ser estrutural. Quem ocupa aquela posição detém o poder e normalmente é um privilégio de nascença. Este tipo de organização se popularizou à medida que as grandes civilizações foram surgindo até o fim da Idade Média.

Terceiro ato: as organizações laranja (multinacionais)

Estados Unidos, 1890

A humanidade passa por uma revolução que mudaria radicalmente os rumos da história das organizações: a Revolução Industrial. O modelo de estrutura piramidal que antes dava controle e estabilidade torna-se obsoleto. Surge então o Fordismo, um sistema econômico e socia